Quilombola

Jovens quilombolas de Oriximiná participam de oficina sobre técnicas e uso de dispositivos móveis

Whatsapp

Aprender, ensinar, multiplicar saberes e aprimorar o olhar dos jovens das diversas comunidades quilombolas do município de Oriximiná, este foi o objetivo da Oficina em Educomunicação – Fotografia em Dispositivos Móveis realizada neste final de semana, 30 de junho, na comunidade de Boa Vista Cuminã, território Erepecuru, no município de Oriximiná.

A oficina faz parte das ações do Programa Territórios Sustentáveis por meio do eixo Quilombola sob a responsabilidade da Equipe de Conservação da Amazônia – Ecam em parceria com a Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombos de Oriximiná – Arqmo, que mobiliza e coordena os jovens para participarem das atividades que servem para gerar conteúdos para o canal Arqmo Identidade.

O presidente do FotoClube Tapajós, Ádrio Denner, falou da satisfação em ministrar mais uma oficina aos jovens quilombolas de Oriximiná, além do conteúdo ele falou da experiência e do amor pela profissão. “A Amazônia é realmente encantadora. Rios que interligam pessoas, costumes, histórias, conhecimento. Estou muito feliz em desbravar lugares magnifico levando a fotografia e um pouco da experiência para tantos lugares. A fotografia é um instrumento de comunicação e de fato dialoga muitas vivências”, falou o fotografo que este ano representará Santarém, no estado do Pará, em um projeto denominado Art & TUR por meio do Amazonian Connection, que retratará cidades homónimas no Brasil (Amazônia) e Portugal.

Segundo a coordenador das atividades da Ecam na região, a Educomunicação tem desenvolvido um papel importante na vida dos jovens quilombolas que ultrapassa a barreira do uso das ferramentas tecnológicas, redes e mídias sociais. “A gente levou a mesma temática voltada a Educomunicação realizada com o Capital Social, que é a fotografia em dispositivos móveis, desta vez com os jovens quilombolas onde buscamos falar não só de comunicação e educação, mas de ética, cidadania, direitos humanos e geração de renda. O objetivo maior é dar protagonismo aos jovens quilombolas e deixar eles contarem ao mundo as suas histórias”, finalizou Edwilson Pordeus, coordenador do Eixo.

O Programa Territórios Sustentáveis é uma iniciativa da Agenda Pública, Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam) e Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) que visa contribuir para a construção de uma estratégia de desenvolvimento territorial sustentável em Oriximiná, Terra Santa e Faro com o apoio financeiro da Mineração Rio do Norte (MRN) e parceria da Agência dos Estados Unidos Para o Desenvolvimento Internacional (Usaid).

Quer saber mais sobre o Programa Territórios Sustentáveis? Acesse nosso site www.territoriossustentaveis.org.br ou nossas redes sociais e App.

Por Martha Costa – Assessora de Comunicação da ECAM.